Blog
01Nov
Como identificar defeito no ar condicionado?

Como identificar defeito no ar condicionado?

Atualmente, o ar condicionado é uma ferramenta quase indispensável para os brasileiros. Essa necessidade é proveniente do clima quente do país, que em muitos casos não é amenizado pelo ventilador. Por conta dessa alta demanda, um defeito no ar condicionado pode ser altamente desagradável e custoso. Além disso, a ineficácia do equipamento pode causar problemas de saúde.

Para evitar esses transtornos, é fundamental saber reconhecer quando o utensílio começa a dar problemas. Dessa maneira, as consequências se tornam mais brandas e o reparo fica mais barato. Isso acontece porque uma manutenção ágil é imprescindível para impedir o agravamento do problema. Sendo assim, se você deseja descobrir como identificar um defeito no ar condicionado, continue lendo este artigo da SilvaGásTec.

Passo a passo para identificar um defeito no ar condicionado

 

Analise vazamentos ou sobrecargas

Em muitos casos, o excesso de utilização pode facilitar o acúmulo de sujeira no aparelho. Ambientes muito fechados e com alto índice de poeira também estão entre as causas desse problema. Esse amontoado de impurezas no ar condicionado pode ocasionar vazamentos de água e até mesmo sobrecarga de energia.

Por isso, cheque se o seu eletrodoméstico está devidamente limpo. Caso não esteja, verifique se há um vazamento de água maior do que o comum. Veja também se a sua conta de luz está mais alta que o comum. Ao menor sinal de problemas, entre em contato com uma equipe qualificada para realizar a manutenção. Identificar esse defeito com agilidade pode reduzir drasticamente os custos de um conserto, principalmente nos casos de sobrecarga na rede.

Tenha atenção aos odores

Odores desagradáveis também são sinais de que algo está errado. Geralmente, esse defeito acontece pelo acúmulo de bactérias e fungos no aparelho. Além do mau cheiro, a proliferação desses fungos pode causar alergias e problemas respiratórios.

O que costuma causar esse transtorno são os filtros sujos. O recomendado é que essa peça seja higienizada uma vez por mês. Porém, as regiões que têm um alto índice de poeira precisam da manutenção mais frequente. Confira esse exemplo de filtro mal higienizado:

 

A substituição do filtro também deve ser feita com certa frequência, em um intervalo de 6 a 12 meses de uso. Logo, se você não tomou essas precauções, provavelmente não terá a eficiência esperada.

Verifique se a refrigeração está adequada

Esse é o defeito no ar condicionado mais notado pelos usuários, porque ele pode afetar todo o projeto de climatização do ambiente. O que costuma acontecer é o aparelho não refrigerar, mesmo configurado em baixas temperaturas. Esse transtorno pode ser causado por obstruções no circuito frigorígeno ou problemas no compressor.

Portanto, se você começar a notar que o seu eletrodoméstico não está gelando na mesma intensidade, contate um profissional. A demora em solucionar o problema pode agravá-lo. Além disso, procure não tentar mexer no aparelho sem a devida instrução. Em muitos casos, a vontade de resolver o defeito de forma independente pode acabar piorando a situação.

Cheque os ruídos

 

É natural que o ar condicionado faça barulhos, pela quantidade de componentes do aparelho. Entretanto, é fundamental verificar se esses sons não estão altos demais. Se for o caso, há grandes possibilidades de peças soltas, instalação incorreta ou falta de lubrificação. Também é possível que esteja acontecendo um vazamento no aparelho para o cárter do compressor.

Portanto, tenha muita atenção a esse aspecto. Se você perceber que o ruído está estranho demais ou incômodo, entre em contato com uma assistência técnica. Nesse tipo de situação, pode ser necessário fazer a manutenção de aquecedores do cárter. Lembre-se que tentar solucionar o problema sozinho pode causar riscos ao ar condicionado ou a você.

Faça o método de eliminação

É possível que, mesmo com as dicas apresentadas aqui, ainda seja difícil reconhecer o defeito no ar condicionado. Nesse caso, o método de eliminação pode ajudar a entender o problema. Ele funciona da seguinte forma: procure pelos itens que estão funcionando e faça a eliminação. Caso note que mais de um componente apresenta falhas, é possível que eles estejam conectados e você tenha um problema na fonte elétrica.

Quanto ao sistema de refrigeração, a maioria das falhas ocorre devido a sobrecargas no compressor. Esse defeito precisa ser solucionado de forma imediata, porque ele pode originar novas irregularidades.

Lembre-se que essa identificação é importante para otimizar o trabalho técnico dos responsáveis pela manutenção. Assim, além de economia o usuário ganha mais agilidade na solução do defeito. Além disso, esse conhecimento ajuda a conservar o aparelho de maneira mais adequada.

Se você já identificou o problema e precisa solucionar o defeito no ar condicionado, conte com a SilvaGásTec. Além de consertarmos ar condicionado, temos serviços de manutenção de freezers e instalação de gás. Também realizamos a conversão de gás e teste de estanqueidade em tubulações. Logo, fazendo negócio conosco você encontra uma equipe qualificada e ágil. Atuamos no Rio de Janeiro e estamos dispostos a oferecer soluções para o seu domicílio. Entre já em contato!

 

Compartilhe:

Posts RecentesCategoriasTags